cresol mobile
Polícia

26.10.2020 às 17:38h - atualizado em 26.10.2020 às 17:39h - Polícia

Mãe suspeita de matar bebê disse à polícia que apenas "chacoalhou a criança"

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Mãe suspeita de matar bebê disse à polícia que apenas "chacoalhou a criança"
Divulgação / Portal Peperi

Continua depois da publicidade

A mulher suspeita de ter matado o próprio filho de um mês e seis dias em Indaial, no Médio Vale do Itajaí, contou em depoimento à Polícia Civil que apenas “chacoalhou a criança”. Ela está presa preventivamente desde o último sábado, 24, quando os investigadores pediram a prisão preventiva dela por conta das agressões que terminaram na morte do bebê.

Conforme relato da Polícia Militar, o pequeno teve traumatismo craniano e hemorragia interna abdominal, o que motivou o encaminhamento do Hospital Beatriz Ramos, em Indaial, para uma unidade de alta complexidade no Santo Antônio, em Blumenau. Mesmo assim, a criança não resistiu aos graves ferimentos. Isso motivou o pedido de prisão preventiva da suspeita, que está desde o fim de semana na Unidade Prisional Avançada (UPA).

Ainda de acordo com o delegado Romildo Parno, titular de Indaial, o inquérito a respeito do homicídio — que pode ser enquadrado como infanticídio — já foi praticamente concluído pelo delegado Marcos Ito Okuma, responsável pelo caso. Segundo depoimento da própria mãe e de familiares à Polícia Civil, o bebê teria sido fruto de uma gravidez indesejada e chegou a ser encaminhado ao Conselho Tutelar após o nascimento.

Fonte: NSC TOTAL

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.