Pesquisa sísmica busca localizar petróleo e gás natural no Extremo Oeste

Kelly Figueiró
São José do Cedro

12/01/17 08:16 - Atualizado em 12/01/17 10:01

A frota com 10 caminhões vibradores está na região para a pesquisa. Nesta quarta-feira, 12, os equipamentos ficaram concentrados na BR-163, nas Linhas Derrubada e Santo Antonio, em São José do Cedro.

Eles estiveram há duas semanas concentrados nas proximidades do trevo de Idamar, na BR-163, em Dionísio Cerqueira e Barracão, para o mesmo procedimento.

Os veículos são de uma empresa contratada pela Agência Nacional do Petróleo para realização da pesquisa sísmica na região.

A intenção é conhecer as camadas de rochas existentes embaixo da terra. Para coletar os dados, usam-se caminhões vibradores que possuem equipamentos especiais capazes de gerar ondas sonoras que penetram no subsolo.

Essas ondas geram imagens parecidas com um ultrassom. A pesquisa possibilita avaliar se a configuração geológica é favorável à geração de petróleo ou de gás natural e não é nociva ao meio ambiente. Porém, a pesquisa sísmica não é suficiente. Somente a perfuração de poços é capaz de comprovar a existência de petróleo.

Assim que o trabalho de coleta de dados encerrar, as informações serão processadas e entregues à empresa ANP até o segundo semestre de 2017.

O pedido é que os motoristas que trafegam na região tenham cautela, porque os caminhões bloqueiam o trecho durante os trabalhos, gerando filas de congestionamento.

Fotos: Kelly Figueiró/ Portal Peperi


Veja também

20/02/17 14:11
Três pessoas ficam feridas em colisão entre caminhões
Guaraciaba
20/02/17 14:08
Vereadora participa de encontro em Brasília para discutir a previdência
Campo Erê
20/02/17 13:35
Família morta em acidente estava de férias a caminho da praia
Xaxim
PEPERI AM
TOP 104 FM
CIDADE AM
ITAPIRANGA AM
ATALAIA AM
CEDRO FM
OESTE FM
×
Advocacia Fávero  MayerPinheirinho 24hImobalHabiteto  Al ContabilidadeSicrediBolfeMadebal ZanotelliTop Marte
REDE PEPERI DE COMUNICAÇÃO
Telefone 3622-1877
Rua Marquês do Herval, nº 977.
Desenvolvido por: